estrela
Estrela é novo cliente Aquiles
15/11/2021
varejo
Varejo: conheça as principais tendências para 2022
10/12/2021

Programa de afiliados: saiba como investir nesse mercado

Programa de afiliados

O mercado digital está repleto de oportunidades. Enquanto algumas possibilidades de trabalhar, ganhar dinheiro ou expandir negócios vão caindo em desuso, outras vão surgindo ou se renovando. Essas mudanças vêm e vão de acordo com o que acontece no nosso cotidiano enquanto sociedade. Avanços em determinadas áreas, verificação de novos nichos, hábitos de consumo e novas possibilidades tecnológicas. Enfim, assim como na “vida real”, na internet também nada é estático, tudo se cria ou recria. Por isso, estar atento às novidades, tendências de comportamento e pesquisas do mercado é tão importante para quem atua na área digital. 

Quando o assunto são vendas digitais, aí é que a atenção ao novo deve ser redobrada. Embora seja um ambiente que proporciona às marcas a possibilidade de chegar a pessoas em todo o país (e até em todo o mundo), tornando imensurável o tamanho da cartela de possíveis clientes, o mesmo ocorre com o número de concorrentes. Se destacar em meio a este oceano de ofertas não é fácil e não existe uma fórmula mágica. O que existe são técnicas básicas que precisam ser incorporadas ao negócio. Tentativas e erros são importantes, assim como inovação aliada a bases sólidas do que funciona em cada negócio. E, se em meio a tantas ferramentas de marketing, softwares e profissionais você acaba se perdendo, temos uma sugestão: você já parou para pensar sobre um programa de afiliados? 

Leia também: Como assistentes virtuais podem impulsionar seu e-commerce

O que é um programa de afiliados?

Também chamado de mercado de afiliados, essa estratégia comercial se trata da venda de produtos, serviços ou info-produtos (como e-books e cursos online, por exemplo) por meio de intermediários. Ou seja, a relação da empresa não precisa ser dada diretamente com o cliente em um primeiro momento. Ela acontece por meio de terceiros, os afiliados. Basicamente, eles atuam como vendedores. Ou melhor, como “representantes” de determinado item. 

E qual a vantagem de isso? A comissão. O afiliado, muito possivelmente, não terá um valor fixo sendo pago por parte da empresa. Ou seja, não tem salário. Ele trabalha em formato de comissão. Cada pessoa que ele influencia a fazer uma compra será parcialmente responsável pelo dinheiro que ele tira ao final de cada mês ou de cada semana, a depender do combinado. Se o acordo é de que, a cada 15% ele receberá o valor referente a 10% de cada venda que ele fez, assim, será. Dependendo da influência e do alcance que esse afiliado conseguir ter, e do valor dos produtos comercializados, além da comissão combinada, o montante final pode ser bem interessante.O que significa que, para a empresa, esse valor foi ainda maior. Todos ganham

Como o afiliado é recompensado?

No parágrafo acima explicamos como o mercado de afiliados funciona, mas resta saber como o afiliado pode monitorar o próprio progresso e como funciona a questão da empresa identificar o que ele vendeu para poder repassar o valor relativo. 

Como se trata do mercado online, é justamente através das ferramentas digitais que isso pode ser feito. O mais comum é que o afiliado tenha um link próprio para utilizar. Por exemplo, a pessoa tem um blog de viagens e trabalha como afiliada de uma rede de hotéis. Em suas postagens, ele pode mencionar os hotéis para os quais trabalha. O leitor que se interessar vai clicar naquele link para conhecer o local e, se vier a fazer uma reserva através daquele link, o afiliado receberá sua comissão.

Além deste tipo de tracking, também podem ser utilizados cupons de desconto para o cliente aplicar na hora de finalizar a compra ou então o próprio afiliado fica responsabilizado por fazer a compra do produto e repassar ao cliente final, apesar deste ser um formato menos comum no mercado. 

Onde um afiliado pode atuar

Existem, é claro, muitas possibilidades. Pequenas empresas têm seus programas de afiliados e são, sim, uma opção. Porém, o mais comum é trabalhar com empresas maiores, grandes cadeias que já têm o programa de afiliados bem formatado. Lembrando que muitas delas são marketplaces, abertas não somente a afiliados como também a outras marcas.

Lembrando que, no caso do afiliado, nada impede que ele trabalhe com mais de uma empresa, a menos que isso seja expressamente proibido de acordo com o contrato e com a política interna. Caso contrário, não há nenhum problema, mesmo porque não há vínculo empregatício. 

Então, veja algumas das muitas opções que te esperam no mercado de afiliados:

  1. Hotmart
  2. Lomadee
  3. Clickbank
  4. Magazine Você
  5. Monetizze
  6. Eduzz
  7. Curso 24 horas
  8. Parceiros Promo
  9. Portal da Educação
  10. Afilio
  11. Shoptime
  12. Submarino Afiliados
  13. Amazon Associados
  14. Awin
  15. Uol Associados

Já vai? Antes de sair, leia também sobre as principais dicas para crescer um e-commerce!